O seu legado começa com uma ação determinada

5 (100%) 1 vote

Na minha infância e adolescência cresci vendo os filmes de Rocky e Rambo, entre outros que marcaram a vida de uma geração na década de 80 e 90. Gostava da forma como um lutador (no caso do Rocky) mesmo com limitações técnicas conseguia superar adversários superiores física e tecnicamente. Também me chamou atenção mais tarde saber que o ator Sylvester Stallone incluiu na saga Rocky vários elementos da vida particular dele. Hoje gostaria de ressaltar alguns elementos da vida do ator que podem ser aplicados a sua vida como um profissional, independente se você hoje trabalha para alguém ou é um empreendedor.

No início de sua carreira, as coisas foram bem difíceis para o ator, Stallone se casou e foi levando a vida, mas chegou em um ponto que estava tão pobre que roubou as poucas jóias que sua mulher tinha e as vendeu. As coisas ficaram tão ruins que ele acabou morando na rua. O fundo do poço chegou quando teve de vender seu cachorro (o mesmo dos dois primeiros filmes Rocky) em uma loja de bebida para um estranho qualquer, pois não tinha dinheiro para alimentá-lo mais. Ele o vendeu por 25 dólares, entregou seu cachorro e saiu chorando.

Duas semanas depois ele viu uma luta de boxe entre Muhammad Ali e Chuck Wepner e essa luta o inspirou a escrever o roteiro de Rocky. Ele escreveu o roteiro durante 20 horas seguidas e tentou vendê-lo e recebeu a oferta de 125.000 dólares, mas tinha apenas um pedido. Ele queria estrelar no filme como o personagem principal, Rocky, mas o estúdio disse não. Depois de algumas semanas o estúdio o ofereceu 250.000 dólares, ele recusou, então ofereceram 350.000, e ele ainda recusou. Queriam o seu filme mas não o queriam. Ele disse não, “Eu tenho que estar nesse filme”. Depois de um tempo o estúdio concordou em lhe dar 35.000 dólares pelo roteiro e o deixaram estrelar o filme.

A primeira coisa que Stallone fez com o dinheiro foi comprar seu cachorro de volta. Ele ficou parado na loja por 3 dias até que o homem voltasse com seu cachorro. O homem se recusou a vendê-lo mesmo por 100 dólares, Stallone então ofereceu 500, ele recusou. Ele então ofereceu 1000. Finalmente, Stallone desembolsou 15.000 dólares pelo mesmo cachorro que ele vendera por 25. Como todos  nós sabemos o filme Rocky foi um sucesso. O filme acabou por vencer o Oscar de Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Edição.

Podemos tirar algumas lições bem interessantes dessa história que podem ser aplicadas hoje na sua vida.

Leia também: As 7 lições sobre empreendedorismo do Mestre Yoda

#Lição 1 – Nenhuma crise dura para sempre

Por mais difícil que seja o momento em que você possa estar passando saiba que esse momento é passageiro. Momentos difíceis em nossas carreiras ou empresas normalmente nos ensinam muito. Momentos de crise e dificuldades nos forçam a sair da zona de conforto e faz com que nosso cérebro trabalhe buscando soluções que até então não havíamos pensado.

Quando uma empresa passa por um momento de crise ela se reinventa, revisa seus processos, reduz gastos, investe melhor seus recursos e busca sempre alternativas para se manter competitiva no mercado. A crise também fortalece características como a resiliência e a persistência, permitindo que você saia mais preparado para novas situações.

Nenhuma crise dura pra sempre, na história de vida do Stallone percebemos que a crise pela qual ele estava passando acabou, ele buscou inspiração em uma luta de boxe para criar algo novo no mercado do cinema, e você? Onde está buscando inspiração para superar seus obstáculos?

#Lição 2 – Busque inspiração para superar as crises

Quando estamos mergulhados em problemas fica até difícil pensar em alguns momentos em soluções e possíveis saídas, mas o principal nesses casos é buscar uma inspiração e ajuda de alguém que esteja fora do problema em que você estiver passando, uma pessoa de fora trará opiniões e uma visão sob uma ótica totalmente diferente da que você estiver vivenciando.

Sua inspiração pode vir de uma palestra, uma boa conversa com um amigo, eventos de empreendedorismo entre outros. Empreender é algo solitário, as crises e dificuldades são normais e muitas das vezes é necessário que o empreendedor se cerque de pessoas com o mesmo propósito. O ponto de partida para a virada na vida do Stallone foi a luta de boxe que ele assistiu entre Muhammad Ali e Chuck Wepner, o seu ponto de partida para a virada pode vir de onde menos se espera. Uma boa ideia sendo implementada com estratégia, foco e determinação pode fazer com que as coisas comecem a mudar nos seus negócios e na sua vida.

#Lição 3 – Persista apesar dos inúmeros NÃOS

Esse é o ponto onde a persistência fará mais sentido, você pode estar com um projeto muito bom em mãos que fará toda a diferença pro seu negócio, e vai trazer grande impacto e transformação na vida das pessoas, mas sozinho você não conseguirá realizar muita coisa.

O seu sucesso vai depender também das parcerias que você conseguir fazer, da equipe que estiver trabalhando com você, da pessoa que você escolher para ser seu sócio, entre outros fatores.

Mesmo com um bom projeto em mãos, muita gente pode não enxergar o valor daquilo que você quer realizar, portanto será um caminho árduo encontrar as pessoas certas para o seu projeto, muitas das vezes ele não será valorizado da maneira como você espera, mas a partir do momento em que você começar a mostrar resultados as portas vão começar a se abrir, portanto não se intimide diante da negativa das pessoas. Se você acredita firmemente naquilo que você quer realizar então persista.

#Lição 4 – Lute para recuperar aquilo que se perdeu durante a crise

A primeira coisa que Stallone fez quando recebeu o dinheiro pelo seu script do primeiro filme de Rocky foi tentar recuperar o seu fiel amigo (Butkus) que ele havia vendido.

Durante a crise muita coisa pode se perder, algumas pessoas perdem seus empregos, são obrigadas a se desfazer de bens ou até mesmo perdem sua saúde. Não importa o que foi perdido durante sua crise, busque recuperar aquilo que tem valor para sua vida. Se você é um profissional e ficou desempregado por conta da crise, se qualifique, busque entender aquilo que o mercado está buscando, aprenda novas habilidades e então lute para recuperar seu emprego. Se você é um empreendedor e a crise te obrigou a rever suas estratégias e te obrigou a reduzir suas operações então busque o crescimento novamente, mas agora com uma nova mentalidade, com mais estratégia e mais experiência, certamente seu negócio assim como você estará mais preparado para novas crises e situações mais desafiadoras.

Conclusão: As crises são cíclicas, elas vão acontecer de tempos em tempos. É necessário que estejamos cada vez mais preparados para que quando ela chegar tenhamos menos impacto possível. As crises devem ser encaradas como um momento de reciclagem e aprendizado, ela vai nos forçar a sair da nossa zona de conforto e a melhorar em algum aspecto de nossa vida ou de nossos negócios.

Comentarios
Elmar Oliveira
Elmar Oliveira
Consultor Business Intelligence e empreendedor. Formado em tecnologia da informação, é um estrategista em modelos de negócios para pequenos e médios empresários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *