Hoje estamos iniciando uma série de estudos onde vamos falar um pouco mais tecnicamente sobre algumas fontes de tráfego. Serão fontes de tráfego mais alternativas, ou seja, fontes de tráfegos que não são tão focadas ou faladas no mercado digital brasileiro, mas que podem representar boa alternativa para quem quer por exemplo fazer o branding de sua empresa, impulsionar algum conteúdo estratégico ou até mesmo vender seus produtos ou serviços.

Nos negócios online uma coisa fundamental que não pode faltar é tráfego, sem tráfego não há como as pessoas conhecerem seu serviço ou produto, sem tráfego sua marca não será conhecida, sua empresa terá dificuldades para realizar vendas, você terá dificuldades em manter o seu negócio.

Como você pôde perceber um bom tráfego aliado a uma oferta irresistível será o coração do seu negócio na internet. Conhecer bem tráfego hoje é fundamental para suas vendas e para a estruturação do seu negócio online.

O que é tráfego?

Imagine a seguinte situação. Você sonha em abrir um negócio (seja ele qual for), imaginemos no nosso exemplo que esse negócio é uma loja de produtos para atletas amadores ou para academias de ginástica. Você investe seu dinheiro alugando uma sala comercial, compra produtos para estoque e para organizar sua loja, investe em equipamentos de informática, constrói um site, ou seja, você faz todos os preparativos para o grande dia que é o dia da inauguração da sua loja.  

Todos os preparativos já estão ok, sua ansiedade lá em cima e chega o grande dia! Você chega no loja bem cedo abre suas portas e se prepara para receber seus primeiros clientes. O dia passa e ninguém entra na sua loja, o que é pior, as pessoas mal passam em frente a sua porta. O dia passa e ninguém sequer entra na sua loja, sua inauguração foi um total fracasso.

Isso aconteceu por vários motivos, mas quero me focar em apenas um, você não conseguiu vender nada no dia da inauguração da sua loja simplesmente porque as pessoas não sabiam que naquele local iria inaugurar uma nova loja, consequentemente ninguém te visitou, ou seja, não teve tráfego de pessoas na sua loja. 

Um negócio físico não sobrevive sem tráfego de pessoas, da mesma forma que um negócio online não sobrevive se as pessoas não acessam seu site, e-commerce, etc. O seu negócio deve estar onde as pessoas estão. Se você abrir uma loja em algum lugar ruim, com poucas pessoas passando em frente, terá dificuldades em vender mais, assim como se seu negócio online não é conhecido das pessoas você simplesmente não existe na internet.

Tráfego é como o sangue correndo em suas veias, sem ele você morre. Um negócio online sem tráfego morre, por isso é de extrema importância você entender e dominar esse assunto. 

Existem diversas fontes de tráfego e cada fonte tem suas particularidades que será essencial você entender para traçar as melhores estratégias para o seu negócio. 

Leia também: Fatores de Sucesso no Marketing Digital

Resumidamente tráfego é você saber investir de forma inteligente em determinadas plataformas com o objetivo de promover sua oferta e assim conseguir realizar vendas. Quando falamos de plataformas estamos falando de ferramentas como Google Ads, Facebook Ads, Uol Ads, Taboola entre outras.

Como funciona o tráfego pago?

Independente de plataforma escolhida o tráfego pago funciona essencialmente da seguinte maneira:

1 – São feitas as devidas configurações considerando o perfil do cliente em que se quer atingir com suas campanhas. A essas configurações chamamos de segmentação. 

2 – Você define quanto quer gastar. Um detalhe importante com relação ao tráfego pago é que você só irá pagar quando alguém clicar no seu anúncio.

3 – Seus anúncios começam a rodar e você terá acesso aos dados de suas campanhas te possibilitando fazer análises e as devidas otimizações.

Como funcionam as plataformas de anúncio?

Você já deve ter entendido que sem tráfego não há como você realizar vendas, ou seja, o tráfego é o sangue que corre nas veias do seu negócio online. 

Para gerar tráfego é necessário o uso de plataformas de anúncios e existem diversas no mercado. O que vai definir qual plataforma usar são alguns fatores como o perfil do seu consumidor (idade, sexo, cidade, hábitos, desejos, gostos, etc), do tipo de produto que você está vendendo e principalmente onde seu cliente está na internet, ou seja, onde ele trafega. Por exemplo, se seu cliente usa muito o Facebook então o Facebook ads será a ferramenta que você vai usar para criar suas campanhas. 


Toda a estratégia de tráfego é definida a partir da análise de público alvo que deve ser feita antes de qualquer coisa. A partir dessa análise você vai definir os elementos que vão compor o seu anúncio, como copy, segmentação, criativos do anúncio, etc. Toda e qualquer estratégia de marketing digital deve passar por um estudo profundo de análise de público alvo.

Estratégias para começar a anunciar

Para começar a anunciar você precisa de estratégia, muitas pessoas começam a anunciar sem fazer o “dever de casa” antes e acabam não tendo o resultado esperado. Para começar a anunciar na internet com sucesso alguns pontos são necessários observar:

1 – Defina seu orçamento diário

Um coisa que precisa ficar claro na cabeça de quem quer começar a anunciar e criar campanhas patrocinadas é que independente da plataforma escolhida você vai participar de um leilão. Imagine que você esteja anunciando um determinado produto X no facebook Ads, por alguma razão você definiu que vai gastar R$ 30,00 por dia com seus anúncios. Agora imagine que existe um outro profissional que resolveu anunciar o mesmo produto que você e resolveu colocar R$ 40,00 de orçamento de campanha por dia. 

No cenário acima você estaria em desvantagem com relação ao seu concorrente, porque o mesmo resolveu investir mais orçamento diário que você, isso permite, por exemplo, que o Facebook dê preferência a quem tiver mais orçamento disponível. Portanto é fundamental você entender e calcular corretamente até quanto você deve investir em um anúncio para que o mesmo te dê o retorno financeiro adequado.

2 – Defina uma meta

A definição da meta é importante para você trabalhar suas campanhas em função das mesmas. Por exemplo, quanto você quer pagar por cada conversão? Entenda conversão aqui como a captura de um lead, a realização de uma venda, etc. Você pode definir que para cada lead que entra no seu funil de vendas deverá ser gasto 1 real. Então com essa meta definida você deverá trabalhar a sua campanha otimizando a mesma para atingir tal meta.

3 – Analise seu público alvo ANTES de qualquer coisa

Um grande erro que as pessoas cometem quando pensam em vender pela internet é sair começando de qualquer jeito imaginando que é só colocar dinheiro nas campanhas que vai sair um pote de ouro do outro lado. A coisa não é bem assim.

Vendas online requer dedicação e muito estudo. Antes de começar qualquer tipo de ação de marketing você deverá realizar um estudo detalhado para entender melhor os desejos, dores e comportamentos do seu cliente. Quanto mais conhecimento você tiver sobre seu cliente mais efetivo será suas campanhas. 

4 – Analise suas métricas

Um outro fator de extrema importância quando falamos de campanhas pagas são as métricas. Nenhuma campanha é otimizada por achismo, você deve acompanhar a evolução de cada métrica, entender a função de cada uma e com base nos dados gerados tomar suas decisões. Agora não falarei das métricas que envolvem uma campanha pois esse não é o objetivo no momento. Nos aprofundaremos neste assunto nos próximos artigos em que trataremos de algumas fontes de tráfego alternativas que pode ser usada com bastante eficiência no mercado brasileiro.

5 – Crie variações dos seus anúncios campeões

Uma outra dica importante está relacionada a performance de seus anúncios. Com a análise das métricas e as otimizações você vai entender qual anúncio está vendendo bem e qual não está. A melhor estratégia será sempre parar seus anúncios com desempenho ruim e deixar apenas aqueles que estão vendendo bem. 

Aconselha-se também na criação de novos anúncios você partir de uma cópia de algum anúncio que já está otimizado e vendendo, assim você ganha tempo e precisará fazer pequenos ajustes.

Leia também: Aprenda a Comprar Tráfego com Estratégia

Conclusão:

Gerar tráfego é fundamental para o seu negócio, sem ele não há vendas. Nesse primeiro post da série de artigos que estaremos postando sobre tráfego te mostrei a base que você precisa ter para começar a vender utilizando o tráfego pago. Dominar o tráfego pago será essencial não só para suas vendas como também para a sobrevivência do seu negócio. 

Deixe seu comentário com suas dúvidas com relação a tráfego e o que gostaria de aprender mais. Sua opinião é muito importante para nós.

Um forte abraço!

Comentarios
Gostou do conteúdo? Então compartilhe:
Facebook
Facebook
Twitter
Visit Us
Instagram
Elmar Oliveira
Elmar Oliveira
Consultor Business Intelligence e empreendedor. Formado em tecnologia da informação, é um estrategista em modelos de negócios para pequenos e médios empresários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial