Escala de Negócios: Contratando Pessoas

5 (100%) 1 vote

Ok, você já estruturou seu negócio, já criou seu plano de negócios, já partiu pra ação e já começou a faturar. Daí você começa a perceber que está faltando braço para conseguir executar as atividades do seu negócio com qualidade.

Esse é o momento que todo empreendedor enfrenta em algum momento do seu negócio, momento em que se percebe que para fazer seu negócio crescer consequentemente aumentando seu faturamento, é necessário fazer contratações.

Para fazer contratações é necessário que o empreendedor fique atento a algumas questões muito importantes como:

1 – Contrate pessoas MELHORES que você

Você como empreendedor precisa ter uma visão geral de todos os processos e áreas da sua empresa, conhecer um pouco de marketing, contabilidade, tecnologia é importante para todo e qualquer empreendedor, mas dominar todas essas áreas é praticamente impossível por isso é importante que você contrate especialistas.

Se você está estruturando um departamento de marketing digital dentro da sua empresa, então contrate alguém que seja especialista nisso, alguém melhor que você nisso, alguém que traga experiência e que contribuía de forma expressiva no seu negócio, ajudando a alavancar suas vendas.

Resumindo: Se tiver que contratar um vendedor que seja um vendedor MELHOR que você, se for contratar alguém de tecnologia que seja alguém MELHOR que você.  Contrate pessoas que tenham o que contribuir de forma efetiva com o seu negócio.

2 – Contrate pessoas DIFERENTES de você

Todo o empreendedor possuiu um “ponto cego” no seu negócio, ou seja, existem coisas relativas a seu negócio que o próprio dono não consegue enxergar.

Ter um sócio com uma visão diferente da nossa, mas que tenha os mesmos objetivos são fundamentais para conseguirmos enxergar pontos do nosso negócio que ainda não foram trabalhadas.

Na contratação de funcionários tendemos a querer contratar pessoas que a personalidade e até pensamentos sejam semelhantes aos nossos achando que com isso iremos montar uma boa equipe, mas o conceito que deve ser aplicado para a escolha de um sócio também deve ser aplicado na escolha de seus colaboradores. Ter uma equipe heterogênea e com pensamentos diversos podem trazer muitos benefícios para o seu negócio uma vez que visões diferentes sobre um mesmo tema podem fazer com que você, como empreendedor enxergue o seu ponto cego.

 3 – Supere sua tendência de centralização

Um problema de se começar a montar uma equipe, por mais talentosa que ela seja, é o fato do empreendedor começar a centralizar as atividades e com isso impactar o desempenho de seus colaboradores.

Quando se começa uma empresa, o empreendedor normalmente faz tudo na empresa e embora essa forma de trabalhar seja, bem desgastante e cansativa, o empresário tende a achar que somente ele sabe fazer tudo de maneira correta e com qualidade. O problema disso é que normalmente o empresário vai ter dificuldades em delegar atividades para sua equipe e confiar que a mesma tem plenas condições de executar até melhor do que ele fazia antes. Fique atento para não cometer esse erro.

Quando se contrata colaboradores especializados, espera-se que eles saibam fazer o seu trabalho muito melhor que nós, os contratantes, portanto saiba delegar e deixe seus colaboradores realizarem seus trabalhos.

É importante que o empreendedor faça reuniões periódicas com seus colaboradores para saber como estão as atividades e dar orientações necessárias. Saber o que acontece na sua empresa e como gerencia-la é seu papel.

4 – Seja claro no PROPÓSITO do seu negócio

Um real propósito é o que deve ser a mola propulsora do seu negócio. Somente através de um propósito forte você vai conseguir engajar as pessoas no seu negócio, e isso inclui seus colaboradores.

Um aspecto de grande desmotivação para as pessoas que trabalham em algum lugar é a falta de clareza e objetividade naquilo que hoje elas fazem dentro de uma empresa. Quando as pessoas sabem da importância de seu trabalho e entendem aonde o trabalho delas se encaixam no todo, então você terá colaboradores mais motivados e engajados com seu negócio.

5 – Cultive as habilidades

Tenha um plano de qualificação dentro da sua empresa, mesmo com uma equipe qualificada é necessário de tempos em tempos o treinamento e a qualificação de seus recursos. Procure cultivar sempre o desenvolvimento de habilidades diversas não só técnicas como também habilidades como inteligência emocional e desenvolvimento de um mindset coerente com o propósito de sua empresa. Lembre-se que colaboradores qualificados vão refletir na melhor qualidade de seus produtos e serviços.

Conclusão:  Se você ainda não tem um departamento de RH, com pessoas qualificadas para realizar um bom processo de seleção, não faz mal. Existem diversas ferramentas no mercado que podem te ajudar nessa atividade.

Uma vez conhecido o perfil dos colaboradores que você quer contratar, fazer uso da ferramentas como https://www.16personalities.com/br é sempre uma ótima opção para tentar mapear aspectos comportamentais em um processo de seleção, mas você poderá usar outros critérios que achar necessário.

 

Comentarios
Elmar Oliveira
Elmar Oliveira
Consultor Business Intelligence e empreendedor. Formado em tecnologia da informação, é um estrategista em modelos de negócios para pequenos e médios empresários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *