Automação do Marketing Digital com Funil de Vendas (Parte 1)

Automação do Marketing Digital com Funil de Vendas (Parte 1)

5 (100%) 1 vote

Um dos fatores de sucesso no mercado digital é a capacidade das empresas automatizarem processos manuais. Quando automatizamos alguns processos ganhamos tempo, podendo assim focar boa parte de nossa energia em atividades estratégicas e táticas.

Se você não conhece o que seja um Funil de Vendas ou até mesmo sabe o que é, mas não implementou nenhum em seu modelo de negócios então muito provavelmente você está perdendo vendas.

Funil de Vendas: Conceito

O Funil de Vendas é a jornada do cliente, é todo o processo em torno da criação de consciência sobre seu produto/serviço, a educação do cliente sobre a sua solução, o julgamento, a aprovação e, finalmente, o compartilhamento da experiência com a sua marca pelo seu cliente.

A jornada de compra de um cliente tem por objetivo mostrar o caminho que ele percorre até a aquisição de um determinado produto ou serviço. Ele normalmente é formado por 4 etapas:

Etapa 1 – Aprendizado e descoberta: Nessa etapa o comprador ainda não sabe muito bem que tem um problema ou oportunidade de negócio. O objetivo nessa etapa é despertar o interesse dele por algum assunto e fazer que perceba que tem um problema ou uma boa oportunidade de negócio;

Etapa 2 – Reconhecimento do problema: Nesta etapa o comprador identifica que tem um problema/oportunidade de negócio e começa a pesquisar mais sobre esse problema e sobre possíveis soluções;

Etapa 3 – Consideração da solução: Nesta etapa o comprador já identificou algumas possíveis soluções para resolver aquele problema e começa a avaliar as alternativas para solucioná-lo. Nesta etapa, é importante conseguir criar um senso de urgência grande. Caso contrário, o comprador vai identificar que tem uma solução para o problema dele, mas não vai se empenhar tanto assim em resolvê-lo.

Etapa 4 – Decisão de compra: O comprador está comparando as opções disponíveis e pesquisando qual delas é melhor para seu contexto. É importante nesta etapa ressaltar os diferenciais competitivos de cada uma das soluções.

Porque trabalhar com um funil de vendas

As empresas perceberam a importância de um funil de vendas para seu negócio, pois hoje existe a necessidade de se adaptar ao tempo de compra do cliente. Nesse processo você precisa abordar o cliente certo, no momento certo e com a oferta certa para efetivamente realizar uma venda.

No marketing digital a função de um funil de vendas é a mesma, observe a imagem abaixo.

Atrair Visitantes – Quando pensamos na primeira etapa que consiste em simplesmente “atrair” visitantes, devemos pensar em entregar valor de fato para que as pessoas tenham interesse naquilo que você está falando.

Evidentemente para atrair visitantes você antecipadamente já precisa ter feito um estudo prévio do comportamento de seu cliente, suas preferências e gostos. Isso vai te ajudar a criar conteúdo com grande engajamento como e-books, vídeos, artigos para blogs, etc.

Converter Oportunidades – Nessa etapa do funil o seu visitante já foi atraído pelo seu conteúdo, ele se interessou pelo que você tem a dizer e está querendo aprender mais ou até mesmo se aprofundar em um determinado assunto que irá resolver algum problema dele.

É nesse momento que você conduz seu visitante para que o mesmo execute alguma ação, como por exemplo, deixar o e-mail dele em um formulário.

Fechar Clientes – Nessa etapa do funil seu visitante já virou um cliente, ou seja, ele já fez uma compra de algum produto ou serviço seu. Perceba que para fechar uma venda, algumas ações foram necessárias anteriormente como por exemplo, se relacionar com seu futuro cliente de alguma forma. No marketing digital normalmente se usa muito ferramentas de auto responder onde você entrega algum conteúdo de valor para seu usuário e mantem um relacionamento com ele até o momento de se fazer uma oferta. A importância de se conhecer bem as etapas da jornada do consumidor se faz necessária pois é ela que vai determinar o momento certo de se fazer uma oferta.

Fidelizar Clientes – Nessa etapa do funil você já saberá quem dos seus visitantes são compradores ou não. No marketing digital existem diversas técnicas que você poderá utilizar para separar compradores de curiosos.

É importante separar sua lista de leads em visitantes que realizaram cadastro dos clientes que já fizeram pelo menos uma venda. São públicos distintos que se faz necessário uma abordagem diferente entre eles.

Uma ótima maneira de você fidelizar um cliente e fazer com que ele volte a comprar de você é sempre entregar mais do que prometeu. Surpreenda seu cliente superando suas expectativas e você terá alguém que vai voltar a comprar de você.

Um outro aspecto importante também relativo a fidelização de um cliente está ligada ao pós-venda. Após a realização de uma venda não abandone seu cliente. Faça um acompanhamento, entenda se o mesmo se encontra satisfeito ou se precisa de algo a mais. Você se surpreenderá com o feedback dado e poderá usar essas informações para melhorar seu serviço ou produto, fazendo um bom trabalho de pós-venda você só tem a ganhar.

Criar um bom funil de vendas para o seu negócio vai te trazer um benefício extra além de aumentar seu faturamento. Um bom funil vai transformar um mero desconhecido em um divulgador da sua marca. Quando um cliente se torna um divulgador de sua marca significa que você atingiu o objetivo final de um bom funil. O melhor marketing que você pode fazer do seu produto ou serviço é o próprio cliente falar de você para outras pessoas.

Conclusão: Na continuação desse artigo abordaremos um passo a passo para a construção de um funil de vendas e vamos mostrar um pequeno funil construído em uma ferramenta de auto responder.

Para conhecer mais sobre os recursos que uma ferramenta de Funil pode te oferecer basta clicar AQUI.

Não se esqueça de deixar seus comentários e acompanhar nossos conteúdos!

Um forte abraço!

Comentarios
Elmar Oliveira
Elmar Oliveira
Consultor Business Intelligence e empreendedor. Formado em tecnologia da informação, é um estrategista em modelos de negócios para pequenos e médios empresários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *